BOAS VIBRAÇÕES: APRENDA SOBRE VIBRADORES

Escrito por on 08/12/2017

Para algumas pessoas, a masturbação (especialmente a feminina) ainda é um grande tabu, e as pessoas costumam ficar tímidas ao tocar no assunto (e muitas vezes tímidas em “se tocar” também).

Trocadilhos a parte, é importante ressaltar que a masturbação é um ato natural e importante, pois além de nos ajudar a entender e conhecer melhor o nosso corpo, faz muito bem para a saúde pois alivia o estresse, melhora a líbido, previne infeções e a incontinência além de auxiliar na diminuição das cólicas e câimbras durante a TPM.

Quando falamos em orgasmo feminino, uma das primeiras coisas que vem na cabeça são os famosos vibradores e dildos. Mas como escolher o melhor modelo para você? Nós da Estação i separamos algumas dicas e curiosidades sobre esse brinquedo erótico tão polêmico.

 

Qual é a diferença entre os tipos de vibradores?

Existem diversos modelos espalhados pelos Sex Shops de todo o mundo, porém essencialmente há três tipos de vibradores: os de estímulo externo (que focam as atenções ao clítoris), os de estímulo interno (usados para penetração), e os que cumprem as duas funções (como é o caso do famoso Rabbit).

rabbit estação i

 

 

 

 

 

 

 

 

Quanto custa um vibrador?

Os modelos descartáveis e mais baratos (uns pequeninos de estímulo externo) podem custar a partir de R$20,00. Os mais “chics” e elaborados podem chegar até a R$1.000,00. Se você é novo no mundo dos vibradores, a dica é começar com modelos mais práticos, baratos e versáteis. Quando você “se conhecer melhor” e souber do que gosta, vale a pena investir em um vibrador mais caro.

 

Onde comprar?

Se Sex Shop for intimidante para você, aposte na compra online ou marque um horário com uma consultora de produtos eróticos, que são profissionais que vão a sua casa para esclarecer dúvidas  indicar produtos de acordo com o que você procura.

 

Vibradores podem causar alergia?

Sim, por isso é essencial que você fique atenta às letras miúdas nas embalagens! Se você for alérgica a látex por exemplo, procure por modelos de silicone. E mesmo se não tiver alergia nenhuma, evite vibradores de plástico com ftalatos.

 

Quanto tempo costuma durar um vibrador?

Isso depende muito de como você faz a higienização e da onde você o guarda (o ideal é guardar em um saquinho ou bolsa de feltro ou seda). A vida útil do produto é em média de 7 anos, mas se bem cuidados podem durar até 10.

 

Dá para testar na loja?

Apenas com as mãos. Antes de comprar, explore muito bem o apetrecho. É importante sentir o objeto para saber se é agradável ao toque e se não tem pontas que podem vir a machucar.

 

Como higienizar seu vibrador?

Nada de usar álcool ou outros produtos de limpeza! Se o vibrador não for elétrico, água e sabonete neutro bastam. Se for elétrico, o ideal é usar um spray antibactericida. E lembre-se, nunca empreste ou compartilhe um vibrador, pois você está se expondo ao risco de contrair uma DST.

 

Vale a pena deixar claro que usar um vibrador não significa que você está insatisfeita com a performance do seu parceiro ou que está faltando sexo no relacionamento, pelo contrário, casais que usam vibradores e outros brinquedos sexuais geralmente são os mais felizes sexualmente.

 

Por Hanna Guimarães

 


Estação i

Current track
TITLE
ARTIST