“Alice voltou pra casa” traz a metáfora da superação

Escrito por on 26/04/2018

A empresária e fundadora do projeto Be Color, Cristiana Castrucci, acaba de lançar o segundo livro, “Alice voltou pra casa”. Quando criança, a autora sonhava ser Alice, de Lewis Carroll, que durante o sono descobriu um novo mundo.

Ela recorreu à personagem do livro Alice no País das Maravilhas para levá-la de volta à infância, ajudando-a a resgatar a sua consciência, que se encontrava em conflito durante um período de vida delicado, quando Cris enfrentou mais uma batalha contra um câncer de mama e um divórcio.

A batalha foi vencida com a ajuda de Donatella (alter ego de Cristiana durante a doença), que aparece no primeiro livro da autora, “Você me viu por aí? A busca da identidade depois do câncer”, e também de Alice, personagem principal de seu segundo livro, “Alice voltou pra casa”.

 Na narrativa, Cris utiliza a metáfora apresentada no conto de Carroll para mostrar como olhar para dentro de si, sem medos, pode ser a chave para a superação. Existe vida pós-doença, pós-divórcio e pós-luto.

 

Capítulo após capítulo, Cristiana nos ensina que saber se observar pode ser nossa arma mais poderosa para ressignificar a vida. A obra conta com ilustração do artista gráfico Paulo Caruso.

Cristiana Castrucci é empresária e fundadora do projeto Be Color. Teve um pré-câncer de mama em 2011, quando aproveitou a experiência para escrever o seu primeiro livro, “Você me viu por aí? – A busca da identidade depois do câncer”.

Em 2015, veio seu segundo câncer de mama, quando montou o Instituto Be Pink – Um salto para a Vida, em que trabalha levando educação, informação e consciência sobre o câncer para mulheres em todo o Brasil, promovendo palestras e eventos com entidades governamentais e do terceiro setor.

Engajada em projetos sociais, reuniu-se com outras organizações de câncer e criou, em 2017, a Be Color, instituição sem fins lucrativos que trabalha na busca da cura de doenças crônicas por meio de trabalhos interativos, terapêuticos e de relatos escritos.

 

Editado pela M. Guarnieri Editorial, “Alice voltou pra casa” pode ser adquirido pelo site http://www.lojabecolor.com.br/.


[There are no radio stations in the database]