8ª Virada Inclusiva terá show de Jorge Aragão

Escrito por on 01/12/2017

O sambista carioca Jorge Aragão fará, no próximo domingo (03), às 19h, um show no Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer. A apresentação integra a programação da 8ª Virada Inclusiva, que celebra o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Acompanhado de sua banda, o cantor, músico e compositor interpretará sucessos como “Malandro”, “Coisa de Pele”, “Coisinha do Pai”, “Vou Festejar”, “Enredo do Meu Samba” e “Eu e você Sempre”.

Com 20 álbuns (fora as coletâneas) e mais de 30 anos de estrada, Jorge Aragão é nome de destaque da indústria fonográfica no Brasil. Como compositor, ficou conhecido nas vozes dos maiores intérpretes da MPB e é gravado por nove entre dez estrelas, principalmente do samba.

A carreira solo de Jorge Aragão decolou no finalzinho dos anos 90 com o ingresso na gravadora Indie Records. “Sambista a bordo”, o CD de estreia na Indie, fez com que as vendas disparassem e o artista ganhou o primeiro disco de ouro. Os seguintes tiveram premiações em ouro, platina e platina duplo. Só de 2001 para 2002 Jorge vendeu mais de dois milhões de discos, transformando-se num verdadeiro fenômeno mercadológico. 

Um dos fundadores do Fundo de Quintal, conjunto de samba que nasceu na  quadra do bloco carnavalesco Cacique de Ramos (local que abrigava a nata do samba nos anos 80) e fez história na música brasileira, Jorge Aragão ficou no grupo por pouco tempo por achar, à época, que deveria dedicar-se apenas à composição. Além de Aragão, também passaram pelo Fundo de Quintal outras personalidades como Almir Guineto, Arlindo Cruz e Sombrinha.

 Jorge Aragão, felizmente, não virou “apenas compositor” e acabou conquistando o público também com seu timbre raro e sensual, e interpretações personalíssimas. Além dos inúmeros prêmios e múltiplas homenagens, ganhou, por unanimidade de votos, o “Troféu Imprensa de Melhor Cantor do Ano”, em 2001; e foi indicado na última edição do Grammy Latino, com seu álbum “E AÍ”.

 

A 8ª Virada Inclusiva promove manifestações de arte, cultura, esporte e lazer voltadas à participação conjunta de pessoas com e sem deficiência, em diferentes municípios de São Paulo, visando ao pleno exercício da cidadania e à inclusão social.

 

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que tem por finalidade o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à população com deficiência e suas famílias, idealizou o evento “Virada Inclusiva” para dar maior visibilidade à presença da pessoa com deficiência na sociedade, por meio de manifestações de arte, cultura, esporte e lazer, além de comemorar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – 3 de dezembro – criado pela Organização das Nações Unidas em 1992.

O evento constitui uma série de shows, oficinas, apresentações, mostras teatrais, exposições, gincanas e demais manifestações de arte, cultura, esporte e lazer em uma variada gama de espaços em diversos municípios do estado de São Paulo. Este ano a Virada Inclusiva acontecerá nos dias 1º, 02 e 03 de dezembro, contando com 36 horas de diversão inclusiva e informação com participação plena de todos os cidadãos.

 “Flicts”, o título de um dos livros mais conhecidos do escritor Ziraldo, é a cor oficial da “Virada Inclusiva”.  Existe uma forte sintonia entre a obra e o espírito do evento. No livro, Flicts era uma cor discriminada porque “não tinha a força do Vermelho, não tinha a imensidão do Amarelo, nem a paz que tem o Azul” até o dia em que percebeu que era, na verdade, a cor da Lua.

 Na última edição, em 2016, foram realizados 800 eventos na capital e em dezenas de municípios do estado de São Paulo, com a colaboração de 300 parceiros de diversos ramos de atividade. A preocupação em garantir o pleno exercício da cidadania e a inclusão social de todas as pessoas, com e sem deficiência, como forma de intensificar os laços de igualdade de direitos, tem como força motriz o desejo de dar base a uma sociedade verdadeiramente democrática e inclusiva.

 O Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer fica na Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).


Estação i

Current track
TITLE
ARTIST